Família Hylidae

Dendropsophus jimi

(Napoli & Caramashi, 1999)

Pererequinha-do-brejo

Endêmico do Cerrado Comum
Campos
Cerrado
Ocorrência
Jan
Fev
Mar
Abr
Mai
Jun
Jul
Ago
Set
Out
Nov
Dez

Dendropsophus jimi

(Napoli & Caramashi, 1999)

Pererequinha-do-brejo

Endêmico do Cerrado Comum

Dendropsophus jimi

(Napoli & Caramashi, 1999)

Pererequinha-do-brejo

Endêmico do Cerrado Comum
Campos
Cerrado
Ocorrência
Jan
Fev
Mar
Abr
Mai
Jun
Jul
Ago
Set
Out
Nov
Dez

É uma espécie de pequeno porte e pertence ao grupo rubicundulus. Está associada a ambientes campestres alagados no bioma Cerrado e é encontrada vocalizando em gramíneas e pequenos arbustos de até 1 metro de altura. É uma espécie endêmica do bioma Cerrado, mas está amplamente distribuída nos estado em que esse bioma ocorre, e as principais ameaças é a exploração de madeira, construção de reservatórios hidroelétricos e a fragmentação de seu hábitat. Porém, se adapta muito bem a distúrbios antropizados. Ocorre nas partes superiores da vegetação baixa, e habita nascentes, córregos e lagoas. Sua época de reprodução é na época chuvosa, no qual os machos cantam na grama, principalmente perto de lagoas temporárias e em região alagadas.

Diagnose

Caracteriza-se por possuir coloração dorsal esverdeada, com faixas estreitas na lateral de cor marrom, que se iniciam no canto posterior do olho até o meio do corpo. A cabeça é mais longa do que larga, o tímpano é pequeno porém evidente e as mãos possuem discos digitais pequenos com a membrana interdigital pouco desenvolvida, não evidente.

Você sabia?


Atividade reprodutiva estendeu-se durante toda a estação chuvosa caracterizando essa espécie como de reprodução prolongada. Utiliza corpos temporários e permanentes para a reprodução. Os machos são territoriais, sendo os sítios principalmente arbustos e gramíneas, onde vocalizam a alturas de aproximadamente 50 cm. O amplexo é do tipo axilar e o número de ovos é de 400 a 500 em média.

Referências Bibliográficas

  • Brasileiro CA, Sawaya RJ, Kiefer MC, Martins M. Amphibians of an open Cerrado fragment in southeastern Brazil. Biota Neotropica. 2005;5(2):93-109.
  • ​Guimarães LDA. Ecologia e conservação de anfíbios anuros do estado de Goiás. Tese de Doutorado. Universidade Federal de Goiás. 2006. 158p.

Anfíbios dos Veadeiros

  • Anfíbios dos Veadeiros

Um projeto batráquio!