Família Hylidae

Dendropsophus minutus

(Peters, 1872)

Pererequinha-miúda

Comum
Campos
Cerrado
Áreas Antrópicas
Ocorrência
Jan
Fev
Mar
Abr
Mai
Jun
Jul
Ago
Set
Out
Nov
Dez

Dendropsophus minutus

(Peters, 1872)

Pererequinha-miúda

Comum

Dendropsophus minutus

(Peters, 1872)

Pererequinha-miúda

Comum
Campos
Cerrado
Áreas Antrópicas
Ocorrência
Jan
Fev
Mar
Abr
Mai
Jun
Jul
Ago
Set
Out
Nov
Dez

Essa é uma espécie insetívora, arbórea e de um tamanho bem pequeno. Os machos vocalizam durante o ano todo em gramíneas, plantas aquáticas e arbustos próximos a corpos de água, podendo ser lênticos ou lóticos, temporários ou permanentes, naturais ou artificiais, e a reprodução também ocorre durante todo o ano. É uma espécie que está amplamente distribuída ao longo de vários países da América do Sul e está entre os anfíbios mais comum. Habita principalmente os ambientes florestais, mas também ocorre em clareiras e áreas de planície, onde o sapo pode encontrar áreas com lagoas temporárias e corpos d’água, sendo também comum ser encontrado em lagoas perto de estradas. Por isso, essa espécie se adapta bem em ambientes antropizados e possui uma grande plasticidade fenotípica. Encontra-se em folhas e ramos na floresta tropical. Apesar de ser uma espécie arbórea, durante a época reprodutiva, que é entre dezembro e fevereiro, os indivíduos constumam descer para a grama, em corpos d’água temporários e os os ovos são colocados na água.

Diagnose

Possui uma coloração dorsal castanho-alaranjado e as vezes amarelado e a região ventral levemente granulada. Possui em seu dorso umas faixas mais escuras em formato de ampulheta. Daí vem o seu epíteto específico “minutus”.

Curiosidade

Cardoso e Haddad (1984) discutiram diferenças acústicas geograficamente coerentes entre as populações. Kaplan (1994) sugeriu que Dendropsophus minutus é, na verdade, um complexo de espécies, devido às diferenças acústicas e à ampla distribuição da espécie na América do Sul.

Anfíbios dos Veadeiros

  • Anfíbios dos Veadeiros

Um projeto batráquio!