Família Leptodactylidae

Physalaemus centralis

(Bokermann, 1926)

Rã-fantasma, Rã-gatinho, Rã-ingá

Endêmico do Cerrado Muito comum
Cerrado
Campos
Veredas
Ocorrência
Jan
Fev
Mar
Abr
Mai
Jun
Jul
Ago
Set
Out
Nov
Dez

Physalaemus centralis

(Bokermann, 1926)

Rã-fantasma, Rã-gatinho, Rã-ingá

Endêmico do Cerrado Muito comum

Physalaemus centralis

(Bokermann, 1926)

Rã-fantasma, Rã-gatinho, Rã-ingá

Endêmico do Cerrado Muito comum
Cerrado
Campos
Veredas
Ocorrência
Jan
Fev
Mar
Abr
Mai
Jun
Jul
Ago
Set
Out
Nov
Dez

Espécie do grupo cuvieri. Sua reprodução é prolongada ocorrendo entre as primeiras chuvas de setembro até janeiro. Considerada territorialista mantém seu território vocal, podendo chegar a combates intraespecíficos. Sendo que, produz ninhos de espuma em sua atividade reprodutiva. Physalaemus centralis é um anfíbio amplamente distribuído em áreas abertas do Cerrado brasileiro e nos Chacos. Ocorrendo desde a porção Nordeste do Paraguai, na Bolívia e na região Centro-Oeste, e uma pequena parte do Nordeste e do Sudeste brasileiros.

Diagnose

Espécie com CRC de adulto variando entre 29,06-39,4 mm, possui uma faixa marrom escura que começa no focinho e estende-se até a região dos flancos. Muito parecida com P. cuvieri, distinguindo pelo maior tamanho e por conta da ausência da mancha avermelhada na região dos flancos. Os indivíduos na região dorsal dos flancos apresentam faixas cinzas e na região ventral são brancos com faixas vermiformes escuras e esparsas.

Você sabia?


Os machos ao aproximarem-se do outro a uma distância de 1,5 metros começam a emitir seus cantos territorialistas e começam a utilizar seus cantos territorialistas e a medida que alcançam 0,3 metros de distância emitem um som territorialista diferente, se após os embates vocais os indivíduos não recuarem, chegando a menos de 0,1 metros o macho expulsa o intruso com chutes, durante o combate eles agarram-se em posição ventre-ventre e rolam até um perder, sendo que não foi observado em natureza a vitória do macho invasor.

Referências bibliográficas

  • Frost, Darrel R. 2018. Amphibian Species of the World: an Online Reference. Version 6.0 (Date of access). Electronic Database accessible at http://research.amnh.org/herpetology/amphibia/index.html. American Museum of Natural History, New York, USA.
  • Brasileiro, C. A. & Martins, M. (2006): Breeding biology of Physalaemus centralis Bokermann, (Anura: Leptodactylidae) in southeastern Brazil, Journal of Natural History, 40:17-18, 1199-1209.
  • Brasileiro CA. 1998. Physalaemus centralis: male–male combat. Herpetological Review 29:165
  • Observação pessoal 2016; 2018

Anfíbios dos Veadeiros

  • Anfíbios dos Veadeiros

Um projeto batráquio!