Família Hylidae

Scinax similis

(Cochran, 1952)

Perereca

Comum
Campos
Cerrado
Mata de Galeria
Mata Ciliar
Áreas Antrópicas
Ocorrência
Jan
Fev
Mar
Abr
Mai
Jun
Jul
Ago
Set
Out
Nov
Dez

Scinax similis

(Cochran, 1952)

Perereca

Comum

Scinax similis

(Cochran, 1952)

Perereca

Comum
Campos
Cerrado
Mata de Galeria
Mata Ciliar
Áreas Antrópicas
Ocorrência
Jan
Fev
Mar
Abr
Mai
Jun
Jul
Ago
Set
Out
Nov
Dez

Espécie de médio porte, polimórfica e é muito semelhante a S. fuscovarius. É arborícola, de hábitos noturnos e associada às áreas abertas. Utiliza poços permanentes ou temporários e vegetação marginal, gramíneas e arbustos para a reprodução. É comumente encontrada próximo às cidades e em áreas rurais utilizando abrigos artificiais. Já foi observada reproduzindo em açudes e áreas antropizadas. Essa espécie ocorre no Paraguai e, no Brasil, é amplamente distribuída no sudeste com registro em outros estados com transição de Bioma como Bahia e Goiás, e não é uma espécie ameaçada.

Diagnose

A região dorsal varia na coloração de marrom-claro, verdes-olivas, a totalmente escuros, cobertos por pontos claros. Pode apresentar manchas alongadas de cor marrom-escura na região dorsolateral. A região dorsal dos membros apresentando padrão de manchas e o ventre vai do branco ao creme. Focinho curto e arredondado em vista de cima e de lado. Tímpano desenvolvido, sendo aproximadamente 2/3 do tamanho do olho. Discos dilatados bem desenvolvidos nas mão e artelhos. Membrana interdigital vestigial nas mãos e presente nos artelhos.

Você sabia?


Dois indivíduos da ARIE-JK foi encontrado dentro de um cupinzeiro.

Anfíbios dos Veadeiros

  • Anfíbios dos Veadeiros

Um projeto batráquio!